COUCHSURFING O SALVADOR !



VEJA ABAIXO COMO OBTER HOSPEDAGEM DE GRAÇA! 
Olá pessoal, venho por meio deste post mostrar para vocês um pouco da comunidade COUCHSURFING.  veja abaixo como ela funciona, e como é muito bom utiliza-la. 

OQUE É COUCHSURFING E COMO FUNCIONA ?
Couchsurfing é uma comunidade aonde viajantes e mochileiros do mundo todo trocam informações e ajuda de todo tipo, ela funciona por meio do site https://www.couchsurfing.com/ ou você pode baixar o aplicativo.


VEJA UM VÍDEO EXPLICATIVO! 


CRIANDO UM PERFIL

Primeiro, você precisa abrir uma conta na página, acessando este link, e criar seu perfil, preenchendo um formulário com várias perguntas sobre você, incluindo profissão, línguas que você fala, cidade natal, interesses, coisas incríveis que fez ou viu, filosofia pessoal etc. Não é obrigatório completá-lo, mas é bem recomendável, já que é assim que os outros usuários vão conhecer um pouco sobre você – e, quem sabe, simpatizar o suficiente pra aceitar lhe receber em suas casas.
E se eu não quero receber ninguém? E se não tenho planos de viajar nem tão cedo? Não importa. Na página, você tem a opção de disponibilizar seu sofá ou não (na parte “Couch information”), e abrir sua casa pra um couchsurfer não é pré-requisito pra ser hospedado pelos outros. Se não puder ou quiser ser anfitrião de alguém, você pode colocar-se disponível pra tomar um café ou um drinque com viajantes que passem pela sua cidade (escolhendo a opção “Not right now, but I can hang out”). E se for receber um couchsurfer, o site também lhe permite especificar quais são as condições: se você dispõe de um quarto pra pessoa ou se ela dormirá na sala ou dividirá o quarto com você, se você aceita mais de um surfer por vez, se aceita fumantes etc.
BUSCANDO HOSPEDAGEM

Daí que você achou esse negócio todo muito bacana e resolveu aproveitar pra experimentar o tal do surfe de sofá na sua próxima viagem. O que fazer? Nesse caso, o próximo passo é usar a busca do site pra procurar os hosts disponíveis no lugar que você vai visitar. Vá em “Find a couch”, diga pra que cidade e em que período vai viajar e explique o motivo da viagem. É possível filtrar as buscas por idade, gênero e outros aspectos.
Leia os perfis de possíveis hosts com calma e procure pessoas que pareçam interessantes ou tenham a ver com você, e de preferência que possuam recomendações positivas. É que a página possui um espaço pra comentários, onde você pode escrever pra gente que você recebeu ou que lhe recebeu, contando um pouco da sua experiência. Dessa forma, dá pra ter mais ou menos uma ideia do que esperar de cada um (ainda que obviamente isso não seja 100% confiável, como tudo na internet). Na hora de enviar as solicitações, escreva uma mensagem personalizada pra cada um, mostrando que você leu o perfil da pessoa :)
DURANTE A HOSPEDAGEM
Encontrou alguém pra lhe receber, ou topou hospedar alguém na sua casa? Ótimo! A partir daí, é claro que é preciso certa dose de sorte pra se dar bem com a pessoa, mas também é recomendável seguir algumas dicas, que na verdade se resumem em uma só: boa comunicação. Seja você o anfitrião ou o hóspede, faça questão de que tudo fique muito claro entre as duas partes – desde os horários de chegada e saída a restrições como “tenho alergia a gatos” (ou “tenho oito gatos”).
Se é você que tá recebendo alguém, explique como chegar à sua casa e, se possível, pense em algumas atividades pra fazer com ele – ou pra recomendar. Você não é obrigado a fazer nada mais do que ceder um sofá/colchão limpinho (e um banheiro, hehe) pra pessoa, mas se você entrou nessa, suponho que seu objetivo seja conhecer a pessoa e sua cultura, além de mostrar a sua. Por isso, o ideal é que role uma interação, seja levando-a pra passear ou dando dicas de passeios e batendo um papo à noite, por exemplo, se você não tiver tempo de bater perna com ela.
Mais uma vez, reforço a importância do fator comunicação: deixe muito claras as regras da casa (ou pergunte sobre o que pode ou não fazer, caso seja você o hóspede) e converse com a outra pessoa se houver qualquer problema. Depois da experiência, não se esqueça de deixar seu review no perfil dele (a). Se tiver algum problema grave, notifique o Couchsurfing.
DICAS DE SEGURANÇA
– Peça o telefone e o endereço de quem vai lhe hospedar, além de pedir orientações sobre como chegar na casa desde a estação de ônibus/trem/aeroporto. Confirme se os transportes públicos estarão funcionando no horário da sua chegada ou pergunte quanto custa, mais ou menos, uma corrida de táxi.
– Tenha sempre um plano B. Pesquise opções de albergues ou hotéis na cidade, pra saber pra onde correr caso o anfitrião dê pra trás de última hora ou caso você se sinta desconfortável na casa dele.
– Avise sempre a amigos ou familiares onde você vai ficar. Envie pra alguém o perfil do host no Couchsurfing, assim como seu endereço e telefone. Combine de entrar em contato periodicamente, pra que eles possam ficar alertas caso você… desapareça :P
– Se ficar inseguro, prefira viajar com um amigo. Sempre é mais complicado estar sozinho em situações estranhas ou perigosas.
– Por fim, o básico: use o bom senso. A grande maioria dos membros da comunidade são viajantes, aventureiros assim como você, que estão animados com a ideia de lhe conhecer e nada mais. No entanto, sempre pode existir gente mal intencionada, por isso é preciso ficar atento. Conheço várias pessoas que hospedaram e foram hospedadas incontáveis vezes através do site e nunca ouvi nenhum relato negativo (já ouvi casos de gente meio prega e tal, mas nada perigoso). Ainda assim, um pouco de desconfiança sempre é bom.




Facebook Comentarios